Bolsas

Câmbio

Ibovespa fecha em queda, mas resiste a pânico em bolsas europeias

O mercado financeiro foi surpreendido pela saída do Reino Unido da União Europeia. As bolsas de valores mundiais caíram. O mercado de ações europeu fechou em baixa de mais de 6%, os indicadores americanos tinham baixa de mais de 3%. Aqui, o Ibovespa seguiu o movimento negativo e fechou em baixa de 2,82% aos 50.105 pontos. Na semana, o Ibovespa ainda acumula alta de 1,15% e no mês de 3,37%.

De acordo com profissionais do mercado financeiro, o Ibovespa ficou um pouco mais resiliente do que as demais bolsas. "Entretanto, esse foi o movimento de um dia e os mercados emergentes ainda podem sofrer com os desdobramentos do Brexit", disse Pablo Spyer, diretor de operações da Corretora Mirae.

Ainda não está claro qual vai ser o efeito do Brexit para o mercado de ações brasileiro. As relações comerciais entre Brasil e Reino Unido não são expressivas. O Reino Unido ocupa a 14ª posição no ranking de parceiros comerciais do país. "A aversão ao risco aumentou e o Brasil pode sofrer porque é um dos países com maior liquidez entre os emergentes", disse Ignácio Crespo, economista da Guide Investimentos.

A aposta dos analistas de renda variável é que, diante da instabilidade global, o Ibovespa possa manter a tendência de queda, chegando até 48.000 pontos. Para Álvaro Bandeira, economista da Modalmais Home Broker, as ações da Vale, da Petrobras e das empresas siderúrgicas podem ser prejudicas com o Brexit.

Ele avalia que pode haver um desequilíbrio na cotação das moedas globais, se não houver a intervenção dos Bancos Centrais. "Essa distorção pode fortalecer o dólar e enfraquecer o preço das commodities", disse.

Apenas duas ações fecharam em alta no Ibovespa, a Estácio Participações ON, que subiu 3,13% e Kroton ON, com alta de 0,28%.

As maiores quedas do dia ficaram com os papéis da Vale ON (-8,31%), Vale PNA (-8,95%), CSN ON (-8,78%), Bradespar PN (-8,39%), Gerdau PN (-6,24%), Gerdau Metalúrgica PN (-6,39%) e Usiminas PNA (-7,23%).

A queda no preço do barril do petróleo - o WTI caiu 4,9% a US$ 47,64 o barril - derrubou as ações da Petrobras. Os papéis PN caíram 4,34% e os papéis ON tiveram baixa de 5,14%.

Entre as ações do sistema financeiro, a maior queda ficou com os papéis do Santander Unit, que caíram 4,19%, com o receio dos investidores de que a matriz, na Espanha, possa ser mais atingida pelo Brexit.

As ações do Itaú Unibanco PN caíram 3,50%, Bradesco PN caiu 2,47%, Bradesco ON teve baixa de 1,71% e Banco do Brasil ON registrou desvalorização de 2,03%.

O giro financeiro ficou em R$ 5,7 bilhões, acima da média do mês, que é de R$ 4,8 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos