Bolsas

Câmbio

Bovespa fecha em alta em dia de alívio após Brexit

Depois de dois dias de quedas seguidas nas bolsas de valores globais, após o anúncio da saída do Reino Unido da União Europeia, hoje o dia foi de recuperação dos preços dos mercados. As bolsas de valores europeias fecharam em alta e os indicadores americanos também tiveram desempenho positivo. As bolsas americanas também foram ajudadas pela divulgação do resultado do PIB (Produto Interno Bruto) do primeiro trimestre. O indicador subiu 1,1%. A estimativa anterior apontava crescimento de 0,8%. Entretanto, os gastos dos consumidores continuam lentos. Esse resultado afastou temporariamente as apostas de elevação na taxa de juros dos Estados Unidos.

O Ibovespa seguiu a tendência internacional e fechou em alta de 1,55% aos 50.007 pontos. Entre as ações com destaque de alta, ficaram os papéis da Vale ON, com ganho de 4,45%, Vale PNA que subiu 4,75%, os papéis da Bradespar PN, ganhou 4,02%. "O desempenho da bolsa não está seguindo a economia, nem o resultado das empresas, apenas o mercado internacional", disse Ari Santos, gerente de mesa Bovespa da H.Commor DTVM. O preço do minério de ferro, que é o principal produto negociado pela Vale, caiu 0,39% para US$ 53,65, no porto de Qingdao, na China.

A alta no preço do barril do petróleo, que ficou acima de 3% no mercado internacional, puxou para cima a cotação das ações da Petrobras. As ações PN subiram 4,78% e os papéis ON ganharam 4,16%.

A recuperação das ações dos bancos globais também ajudou de maneira positiva no desempenho do Ibovespa. Aqui, os papéis do Itaú Unibanco PN subiram 3,50%, Bradesco PN teve alta de 2,47%, Bradesco ON ganhou 2,30% e Banco do Brasil ON teve alta de 2,49%. Os papéis do Santander Unit, cuja matriz fica na Europa e está mais exposto aos efeitos do "Brexit", subiram 1,10%.

Na ponta oposta, as maiores quedas do dia ficaram com Hypermarcas ON, que caiu 8,46%, a maior baixa do dia, seguida por Klabin Unit, com baixa de 4%, Fibria ON, com recuo de 3,51%. O ex-diretor de relações institucionais da Hypermarcas, Nelson Mello, afirmou em depoimento à Procuradoria-Geral da República (PGR) que pagou R$ 30 milhões a dois lobistas para efetuar repasses de propinas para senadores do PMDB, entre eles o presidente do Congresso, Renan Calheiro (AL), além de Romero Jucá (RR) e Eduardo Braga (AM).

Já os papéis da Klabin e da Fibria, que são empresas exportadoras, tiveram queda nos preços, seguindo o movimento cambial. O dólar caiu 2,62% em relação ao real e fechou em R$ 3,30. A receita dessas companhias pode ficar menor devido à variação cambial.

O giro financeiro do Ibovespa ficou em R$ 4,7 bilhões, dentro da média do mês. para o final do dia. "Esse volume financeiro, que está dentro da média dos últimos dias, mostra que não está havendo novas apostas de ações, apenas troca de posições", disse Ari Santos, gerente de mesa Bovespa, da H.Commor DTVM.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos