Cade abre processo para apurar cartel no mercado de autopeças

A superintendência-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) abriu processo administrativo para investigar suposta prática de cartel no mercado de peças automotivas de reposição. A medida foi comunicada em despacho publicado no "Diário Oficial da União" desta quinta-feira, 29.

Segundo relatório interno do Cade, 28 empresas teriam participado da troca de informações comercialmente sensíveis entre concorrentes, como faturamento, preços e volume de produção. O objetivo seria balizar decisões como aquelas relacionadas aos repasses de aumentos de custo nos preços cobrados no mercado. A prática também teria envolvido dezenas de pessoas físicas, entre funcionários e ex-funcionários das empresas. As condutas teriam ocorrido pelo menos entre 2003 e 2016.

Os acusados serão notificados para apresentar defesa em 30 dias. Depois disso, a superintendência-geral do Cade se manifestará pela condenação ou pelo arquivamento do caso, que será remetido ao tribunal do órgão antitruste para julgamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos