Decreto cria o cargo de ?ombudsman de investimentos diretos' na Camex

Decreto publicado nesta quinta-feira, 29, no Diário Oficial da União (DOU) cria a figura de ombudsman de investimentos diretos no âmbito da Câmara de Comércio Exterior (Camex).

A criação do ombudsman, prevista nos acordos de cooperação e facilitação de investimentos (ACFIs) assinados pelo Brasil, tem a função de facilitar a atração de capital estrangeiro.

O ombudsman de investimentos diretos oferecerá apoio a investidores, atenderá consultas e buscará soluções para questionamentos vinculados aos ACFIs em vigor. Atuará como um mediador entre o governo e os interessados em investir no país. Também poderá receber consultas de empresários nacionais sobre seus investimentos em países com os quais o Brasil mantém acordos de cooperação.

O ombudsman integrará a estrutura da secretaria-executiva da Camex e será composto pelo secretário-executivo do órgão, responsável pela representação institucional e a coordenação das atividades; por uma secretaria e por um grupo assessor, composto por representantes dos ministérios que constituem a Camex; além de uma rede de pontos focais de órgãos e entidades da administração pública e de entidades paraestatais.

O Decreto 8.863 é assinado pelo presidente Michel Temer e pelos ministros das Relações Exteriores, José Serra, da Fazenda, Henrique Meirelles, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos