Bolsas

Câmbio

Perdas no varejo caem no ano passado após pico em 2014

As perdas no varejo associadas a roubos, furtos e problemas operacionais atingiram a marca de 2,25% da receita líquida das empresas varejistas em 2015, segundo a 16ª Avaliação de Perdas no Varejo Brasileiro publicada nesta terça-feira. O índice de perda diminuiu em relação a 2014, quando atingiu 2,89%.

A queda acontece no ano seguinte ao pico das perdas do setor, em 2014, voltando agora a patamares mais próximos à média anual. Nos anos anteriores, em 2012 e 2013, alcançaram 1,83% e 2,31%, respectivamente.

O levantamento foi realizado pelo Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo (Ibevar), em parceria com o Programa de Administração de Varejo (Provar), da Fundação Instituto de Administração (FIA). Também participaram do levantamento a Academia de Varejo, Sebrae, Associação Nacional dos Comerciantes de Material Construção (Anamaco) e Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos