AES Brasil diz trabalhar para recuperar valor da Eletropaulo

O objetivo principal da AES Brasil com a Eletropaulo é recuperar o valor da companhia, disse Julian Nebreda, presidente da empresa no Brasil, durante evento com investidores e analistas realizado pela Apimec. "Hoje a Eletropaulo vale uma fração do seu potencial valor", afirmou.

Para executar essa recuperação de valor da distribuidora de energia, estão sendo feitos investimentos em inovação e na melhoria da rede, para incrementar a eficiência.

Outro obstáculo para a recuperação de valor da companhia é a disputa judicial com a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (Cteep) referente à uma dívida com a Eletrobras.

A disputa se refere a um empréstimo tomado da Eletrobras antes da privatização da Eletropaulo e da Cteep. Segundo a Eletropaulo, a dívida é da Cteep e quem tem que arcar com a correção monetária do montante é a transmissora, e não a empresa.

"É um tema que queremos resolver e trabalhamos ativamente para resolver. Achamos que é uma dívida que não devemos, é da Cteep", frisou Nebreda.

Outro problema diz respeito à sobrecontratação, algo que, segundo a Eletropaulo, é em maioria involuntária. "Estamos trabalhando com o regulador para resolver", completou o executivo.

Recuperação de valor

Charles Lenzi, presidente da Eletropaulo, disse que a empresa está concentrando todos os esforços na recuperação de seu valor.

"Vamos melhorar os indicadores de qualidade, principalmente o DEC [que mede a duração das interrupções] e o FEC [que mede a frequência das interrupções], para trazê-los de volta para os limites regulatórios. Vamos reduzir os níveis de perdas também para os patamares dos níveis regulatórios. Estamos buscando formas criativas e inovadoras para resolver isso", disse Lenzi.

No caso das perdas, a empresa está investindo em ferramentas além do tradicional sistema de cortar clientes, como a segmentação da sua carteira, a fim de criarem formas alternativas para atingir melhores resultados.

Sobre as melhorias da qualidade do serviço, a distribuidora está investindo em inovação na rede. "Isso vai ter um impacto importante no futuro em relação à diminuição de problemas, redução de custos", disse Lenzi.

"Eu sou otimista que a empresa vai recuperar valor", disse Julian Nebreda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos