Mercado reduz projeção de inflação em 2016 e 2017, apura Focus

Após a surpreendente inflação de novembro, os analistas do mercado financeiro passaram a ver o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) muito próximo do teto do intervalo da meta de inflação neste ano, de 6,5%. Entre os analistas Top 5, a previsão é que o índice terminará 2016 um pouco abaixo do teto.

A mediana das estimativas para o IPCA em 2016 caiu de 6,69% para 6,52%, informa o boletim Focus, do Banco Central. Foi a quinta revisão consecutiva para baixo. Entre os Top 5 de médio prazo - grupo dos que mais acertam as previsões -, a mediana das estimativas saiu de 6,60% para 6,49%.

A revisão para 2017 foi mais modesta no grupo que agrega o mercado em geral, de 4,93% para 4,90%, mas entre os Top 5 a aposta é que no ano que vem o IPCA deve ficar bem próximo à meta de 4,5%. A mediana das estimativas desse conjunto caiu de 4,76% para 4,55%. Em 12 meses, a revisão foi pequena, 4,89% para 4,88%.

A inflação mais baixa também abriu espaço para apostas de uma queda mais acentuada nos juros a partir de janeiro. No Focus, a expectativa do mercado em geral para a Selic ao fim de 2017 se manteve em 10,50%, mas entre o Top 5, a mediana caiu de 11,25% para 10,75%. A taxa está atualmente em 13,75%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos