Bolsas

Câmbio

Nova regra de rotativo do cartão deve reduzir inadimplência, diz Abecs

A fixação do prazo de permanência do cliente no crédito rotativo por no máximo de 30 dias permitirá maior controle e menor comprometimento da renda mensal do consumidor, de acordo com a Abecs, associação das empresas de cartões. Em nota, a entidade afirmou que a medida "proporciona uma potencial redução da inadimplência".

Para a Abecs, a mudança também estimula condições de mercado mais propícias para uma convergência da taxa de juros para patamares compatíveis com os praticados no parcelamento da fatura.

A medida anunciada prevê que, após o prazo do 30 dias do rotativo, a linha deve ser substituída, de forma automática, por alternativas de financiamento por meio do cartão, entre elas o parcelamento da fatura, que possui juros mais baixos.

A Abecs diz ainda que já vinha estudando e promovendo discussões para mudanças nas formas de uso do crédito rotativo desde março deste ano.

O que você vai fazer com a sua aposentadoria agora?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos