Bolsas

Câmbio

Monitor do PIB aponta alta de 0,67% em novembro de 2016, traz FGV

Após quatro quedas consecutivas, o Monitor do PIB apontou aumento de 0,67% na atividade econômica do país em novembro de 2016, na comparação com o mês anterior, feito o ajuste sazonal, informa a Fundação Getulio Vargas (FGV). Apesar disso, o trimestre encerrado em novembro registrou queda de 0,87%, contra o trimestre imediatamente anterior, de junho a agosto. Na comparação com o mesmo trimestre de 2015, a queda foi de 3%.

Ante novembro de 2015, houve queda de 1,5%, a menos intensa desde junho de 2015, quando recuo foi de 1,4%. Em 12 meses, o Monitor aponta queda de 4% no PIB, inferior àquela dos 12 meses encerrados em outubro, de 4,3%.

"A despeito do crescimento mensal positivo, a economia continua estagnada em patamar bastante negativo. Os dois principais componentes da demanda, consumo das famílias e formação bruta de capital fixo, que poderiam ser os motores para a recuperação, têm apresentado, regularmente, taxas de variação negativas, ao longo dos últimos trimestres", afirma, em nota, Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB.

De outubro para novembro, do lado da oferta, indústria (alta de 1,03%) e serviços (0,16%) tiveram resultados positivos, mas o PIB da agropecuária caiu 2%. Na indústria, enquanto o segmento transformação subiu 1,26%, a extrativa mineral diminuiu 0,10%.

Sob a ótica da demanda, o consumo das famílias avançou 0,22%, mas o do governo teve forte queda, de 4,94%. A formação bruta de capital fixo (medida de investimentos) declinou 0,51%. No setor externo, as exportações cresceram 6,63% e as importações avançaram 0,50%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos