Bolsas

Câmbio

Ibovespa opera em alta, com ajuste à cena externa

O Ibovespa opera no campo positivo desde a abertura, se ajustando aos ganhos dos mercados americanos um dia antes. Às 10h40, o índice da Bolsa paulista ganhava 0,77%, aos 66.349 pontos. Ontem, o índice Dow Jones superou pela primeira vez na história a marca psicológica dos 20 mil pontos, encerrando em alta de 0,80%, aos 20.068,51 pontos.

Puxaram as bolsas as indicações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de realização de projetos de infraestrutura (como o muro na fronteira com o México) e da redução da regulação. Operadores comenta, sobretudo, a assinatura de decretos que autorizam oleodutos de Dakota e Keystone.

No Ibovespa, as units de Santander Brasil tinham elevação de 2,06%, após balanço da instituição. O lucro gerencial do banco foi de R$ 1,989 bilhão no quarto trimestre de 2016, alta anual de 23,8%. As operações de crédito com atraso entre 15 e 90 dias caíram 0,7 ponto percentual, para 4,3% no fim de dezembro.

A privatização do Banrisul está no radar, após o Valor reportar que o tamanho do socorro ao Rio Grande do Sul está associado à possibilidade de o governo incluir a venda do banco estatal gaúcho no cardápio de contrapartidas. O governador José Ivo Sartori mostra resistência à ideia, mas fontes do governo federal avaliam que dificilmente o problema do Estado será resolvido sem essa privatização.

Entre as altas, apareciam Gerdau Metalúrgica, que ganhava 1,06%, CSN, que subia 0,73% e Usiminas PNA, com avanço de 0,39%.

Petrobras PN registrava perda, de 0,69%, e Vale PNA aumentava 0,12%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos