Bolsas

Câmbio

Investidor embolsa lucros e Bovespa fecha em queda

Depois de subir quase 10% neste ano e registrar o ingresso de R$ 5,7 bilhões em investimento estrangeiro neste mês até o dia 26 de janeiro, o Ibovespa passou por uma realização de lucros. O índice fechou em baixa de 2,62% aos 64.302 pontos, mas com baixo volume financeiro, de R$ 4,4 bilhões, com a maior parte das vendas de ações realizadas por estrangeiros. "A bolsa também acompanhou o mercado americano, que está em queda", diz Ari Santos, gerente de mesa Bovespa da H.Commor DTVM.

Os principais índices acionários dos Estados Unidos operavam em baixa. O S&P 500 recuava 0,88% aos 2.274 pontos, o Nasdaq tinha baixa de 1,02% aos 5.603 pontos e o Dow Jones operava com queda de 0,89% aos 19.916 pontos. Os investidores avaliam as medidas anti-imigração do presidente americano Donald Trump.

Outro fator que permitiu a realização de lucros foi o fato de a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) ter homologado as 77 delações dos executivos da Odebrecht, que fazem parte das investigações da Operação Lava-Jato. As delações são vistas como um fator de incerteza, já que podem trazer citações a nomes do governo do presidente Michel Temer. O receio é de que as delações possam comprometer a aprovação das reformas estruturais, consideradas importantes para a retomada do crescimento da economia.

Só três ações fecharam em alta. Os papéis da Suzano Papel e Celulose subiram 0,58%, os papéis da Fibria tiveram alta de 0,32% e as ações da JBS subiram 0,08%.

As maiores quedas ficaram com as empresas de mineração e siderurgia. Os papéis PNA da Vale recuaram 5,17%, as ações preferenciais da Bradespar, acionista da Vale, tiveram baixa de 4,59%, os papéis ordinários da Vale tiveram queda de 4,30%. As ações ordinárias da CSN recuaram 5,21%, as ações da Gerdau Metalúrgica tiveram baixa de 5,22% e os papéis da Gerdau caíram 4,22%.

Os papéis dessas empresas operaram sem a referência da cotação do minério de ferro. A China, a principal praça que define os preços do minério, está fechada até quinta-feira devido às comemorações do Ano Novo Lunar.

As ações da Petrobras fecharam em baixa. Os papéis preferenciais caíram 4,99% e as ações ordinárias tiveram queda de 5,50%. O preço do petróleo no mercado internacional oscilou durante o dia, mas acabou fechando em baixa. Os contratos futuros WTI com vencimento em março caíram 1,02% a US$ 52,63 o barril.

As ações do sistema financeiro também fecharam em queda. Os papéis ordinários do Banco do Brasil caíram 2,77%, os papéis preferenciais do Bradesco tiveram baixa de 1,76% e as ações ordinárias do Bradesco recuaram 2,77%. As ações do Itaú Unibanco tiveram baixa de 2,13% e as unit do Santander caíram 2,50%.

As ações de empresas criadas pelo ex-bilionário Eike Batista fecharam em baixa. As ações da MMX recuaram 2,20% e os papéis da antiga OGX (atual OGPar) caíram 1,35%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos