Bolsas

Câmbio

Brasil tem em fevereiro maior saída de dólares em cinco meses

O Brasil teve na semana passada a maior saída líquida de dólares desde dezembro passado, num movimento puxado pela conta financeira. O saldo só não foi pior porque as operações comerciais tiveram o melhor desempenho para o período em três meses. Fevereiro como um todo registrou o pior fluxo desde setembro de 2016.


O fluxo cambial contratado entre os dias 20 e 24 de fevereiro foi negativo em US$ 1,457 bilhão. É o maior déficit desde a última semana de 2016, quando o saldo fora negativo em US$ 6,077 bilhões.


Na semana passada, as operações financeiras - que incluem empréstimos, pagamento de dívidas, fluxo para portfólio e investimento direto, entre outras variáveis - tiveram saída líquida de US$ 4,109 bilhões, a mais forte desde também o período entre os dias 26 e 29 de dezembro do ano passado (-US$ 6,096 bilhões). Foi a sexta semana consecutiva de saídas na conta financeira.


A conta comercial, por outro lado, teve superávit de US$ 2,652 bilhões - o melhor desde a semana finda em 23 de dezembro do ano passado (US$ 6,340 bilhões). Nas últimas semanas operadores comentaram que empresas estariam antecipando o fechamento de câmbio para exportações devido à queda do dólar, que chegou a se aproximar de R$ 3 no mês passado.


No fechamento de fevereiro, o fluxo foi negativo em US$ 4,571 bilhões, pior número desde setembro do ano passado (-US$ 5,539 bilhões), mais do que anulando as entradas líquidas de janeiro (US$ 3,664 bilhões). Com isso, o fluxo no acumulado de 2017 passou a ficar negativo em US$ 908 milhões. No mesmo período do ano passado, havia déficit de US$ 7,820 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos