Demanda da Delta Air Lines recua 1,7% em fevereiro

A Delta Air Lines, segunda maior companhia aérea dos Estados Unidos e sócia no Brasil da Gol, teve em fevereiro deste ano retração de 1,7% na demanda medida em passageiros-milhas transportados (RPM, na sigla em inglês) na comparação com o mesmo mês de 2015, informou a companhia nesta quinta-feira.


Na mesma base de comparação, a capacidade medida em assentos-milhas disponíveis (ASM) diminuiu 3,4%.


Como a capacidade diminuiu mais que a demanda, a taxa de ocupação média dos voos da Delta Air Lines em fevereiro deste ano subiu para 81,1% de 79,7% um ano antes.


Na América Latina, a Delta Air Lines registrou em fevereiro aumento de 2,2% na demanda e queda de 2,4% na capacidade, enquanto nas rotas domésticas dos Estados Unidos o tráfego diminuiu 0,1% e a oferta recuou 1,6%, na comparação anual.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos