IPC-S desacelera na quarta leitura de fevereiro, aponta FGV

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) desacelerou para 0,31% na quarta quadrissemana de fevereiro, informou nesta quinta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV).Na quadrissemana anterior, o índice subiu 0,40%.No fechamento de janeiro, avançou 0,69%.Com o resultado, o IPC-S acumula alta de 1,01% no ano e de 4,57% em 12 meses.


A desaceleração foi puxada pelo fim do efeito dos reajustes das mensalidades escolares e pela queda mais pronunciada das despesas com alimentação.


Seis das oito classes de despesa do índice registraram variações mais baixas comparadas às da terceira quadrissemana. A maior contribuição partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação (1,81% para 0,68%), em que os cursos formais saíram de alta de 2,34% para 0,00%.


Também cederam as taxas de Alimentação (-0,13% para -0,16%), Transportes (0,65% para 0,61%), Vestuário (0,02% para -0,18%), Comunicação (0,26% para 0,09%) e Despesas Diversas (0,35% para 0,31%). Nessas classes de despesa, a FGV destaca o comportamento das frutas (0,41% para -0,63%), tarifa de ônibus urbano (1,78% para 0,84%), roupas (-0,05% para -0,26%), tarifa de telefone móvel (0,51% para 0,16%) e cartório (2,85% para 0,85%), respectivamente.


Em contrapartida, Habitação (0,43% para 0,51%) e Saúde e Cuidados Pessoais (0,44% para 0,51%) subiram, puxados por móveis para a residência (-0,40% para 0,41%) e artigos de higiene e cuidado pessoal (-0,13% para 0,12%), respectivamente.


O IPC-S é a média da inflação semanal apurada em sete capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Salvador e Brasília.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos