Bolsas

Câmbio

Doria fala em 'gratidão' e diz que apoia Alckmin em 2018

Ao lado do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), abriu hoje um evento do Lide, empresa de sua família, falando do "sentimento de gratidão" que nutre em relação ao seu padrinho político.


A uma plateia de aproximadamente 400 empresários e executivos associados ao Lide, Doria disse que resolveu fazer essa manifestação "para que não reste nenhuma dúvida" em relação à sua lealdade. "Com este homem em 2018, teremos a possibilidade de redenção do Brasil", disse ele, após afirmar que Alckmin é seu candidato à Presidência da República.


Na abertura do evento, um " almoço-debate" que tem o governador como palestrante, Doria anunciou que precisaria deixar rapidamente o local para cumprir agenda. Alckmin ficou conversando com o executivo Marcos Madureira, do Santander, e começou sua fala cerca de 15 minutos depois.


Nos últimos das, cresceu no meio político a percepção de que Doria pode ser um candidato à Presidência mais competitivo que Alckmin, que o senador Aécio Neves (MG) ou que o senador José Serra (SP). Uma pesquisa nacional recente da empresa Ideia Inteligência divulgada pelo Valor mostrou que a imagem de Doria é menos rejeitada que a dos demais tucanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos