Bolsas

Câmbio

Bolsas de NY fecham em queda devido a incertezas políticas

Os mercados globais acordaram nesta terça-feira em clima de instabilidade após a divulgação, na segunda à noite, do plano republicano para substituir o Affordable Care Act, conhecido como Obamacare. As bolsas fecharam no vermelho, como reflexo da desconfiança que se abateu sobre Wall Street.


Após ajustes, o Dow Jones fechou em baixa de 0,14%, a 20.924,76 pontos. O S&P 500 recuou 0,29%, a 2.368,39 pontos. O Nasdaq perdeu 0,26%, a 5.833,92 pontos.


O Nasdaq Biotechnology Index recuou 1,55%. E, no S&P 500, o setor de saúde teve queda de 0,78%. No Dow Jones, ações da Pfizer e da Merck figuraram entre as quatro maiores quedas do índice, com desvalorizações de 1,08% e 0,80%.


As maiores perdas do dia recaíram sobre os papéis de companhias de óleo e gás, além dos de telecomunicações. No S&P 500, o setor de energia liderou as baixas com 0,95%. No Dow Jones, Verizon, com queda de 1,22%, e Chevron, que teve recuo de 1,20%, lideraram a fila de desvalorizações.


Na área das notícias corporativas, as ações da Snap, dona do Snapchat e que fez a estreia na bolsa de Nova York na semana passada, caíram cerca de 11%.


Segundo analistas, o projeto da base governista nos EUA muda ou elimina diversos aspectos do Obamacare, criada pela administração democrata para tornar mais acessível e ampliar a cobertura de saúde aos trabalhadores.


No entanto, a revelação e, finalmente o detalhamento, de uma das principais bandeiras defendidas pelo presidente Donald Trump durante a campanha a e após tomar posse em janeiro veio acompanhada de um sentimento de dúvida. Para analistas, não fica claro quanto o novo projeto de lei, batizado de American Health Care Act, vai custar ou quanto os cidadãos americanos vão ganhar ou perder em termos de coberturas de saúde.


Além da questão do alcance, custos e eficácia, muitos observadores políticos anteveem uma longa batalha política no Congresso, com chances de durar até o fim do ano, mesmo que os republicanos detenham a maioria em ambas as casas. Tal dificuldade poderia atrasar outras propostas da administração Trump, como a reforma tributária e os investimentos em infraestrutura.


O dia também ganhou um ingrediente extra de volatilidade após comentários do próprio presidente, por meio de sua conta do Twitter. Trump escreveu estar "trabalhando em um novo sistema no qual haverá competição na indústria farmacêutica". A menção derrubou as cotações de papéis de farmacêuticas e do setor de biotecnologia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos