Bolsas

Câmbio

Aversão a risco aumenta com Operação Carne Fraca e Bovespa cai

O Ibovespa encerrou a semana com queda de 0,72%. Hoje, houve um aumento na percepção de risco dos investidores em relação ao mercado acionário. Esse movimento foi causado pela deflagração da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que atingiu em cheio as ações das gigantes JBS e BRF.


Outra notícia que desagradou os investidores fio o discurso do presidente Michel Temer. Ele falou a empresários que poderia haver modificações na reforma da Previdência, o que seria normal. E que talvez seja preciso fazer modificações em alguns casos sobre os setores mais carentes. A aprovação da reforma da Previdência é um dos principais fatores de preocupação dos investidores.


O Ibovespa caiu 2,39% nesta sexta-feira aos 64.10 pontos e teve movimento financeiro de R$ 10,4 bilhões, um dos maiores do ano. No mês, o índice cai 3,68%, mas no ano o Ibovespa tem alta de 6,61%.


A operação Carne Fraca investiga alguns dos maiores frigoríficos do Brasil, que poderiam estar envolvidos em um suposto esquema de pagamento de propinas e fraudes de fiscalização. As ações da BRF caíram 7,25% e os papéis da JBS tiveram queda de 10,50%.


"Não é fácil para o mercado, a BRF passou muitos dos últimos anos sendo uma das "queridinhas" para muitos gestores. Isso acaba contaminando a percepção de risco para as outras empresas, mesma sem nenhuma correlação com a operação Carne Fraca", diz um gestor. "A BRF, uma empresa ultra conservadora, cair mais de 7%, provoca um grande susto no mercado", diz outro operador. A investigação da PF pode ter efeitos até sobre a balança comercial. "Não se sabe o tamanho do estrago desta investigação", diz um operador.


Outros destaques de queda foram os papéis da Estácio, que recuaram 4,64%, e da Kroton, que tiveram baixa de 3,67%. De acordo com a jornalista Beth Koike, em reportagem publicada no Valor, a fusão entre as duas empresas passa por uma série de bombardeios.


O conselho da Estácio abriu uma investigação para apurar uma denúncia anônima dando conta de que seu presidente, Pedro Thompson, estaria articulando contra a fusão. O executivo foi afastado do grupo de trabalho que negocia com os termos de associação com a Kroton no Cade, segundo fontes a par do assunto.


Esse conjunto de más notícias pesa diretamente sobre papéis com grande peso sobre o índice, como Petrobras e Vale - as que, tradicionalmente, mais sofrem nos momentos de tensão por serem mais líquidas.


Vale PNA recuou 3,05% e as ações ordinárias tiveram baixa de 3,78%. A desvalorização do preço do minério de ferro no mercado internacional contribui para essa baixa.


Já as ações preferenciais da Petrobras fecharam com queda de 4,01% e os papéis ordinários recuaram 3,69%


Na terça-feira, a Petrobras divulga o balanço financeiro referente ao quarto trimestre do ano. A expectativa de analistas econômicos é de que o resultado possa ser positivo. Outros profissionais têm uma visão oposta. "Acredito que o balanço possa vir mais fraco do que o trimestre anterior", diz Ari Santos, gerente de mesa Bovespa da H.Commor DTVM.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos