Bolsas

Câmbio

Prejuízo da OGX cresce 94,9% no 4º tri/2016, para R$ 467 milhões

A companhia de exploração e produção de petróleo OGX registrou prejuízo de R$ 467 milhões no quarto trimestre de 2016, ampliando em 94,9% a perda informada no mesmo período de 2015 (R$ 239,5 milhões). Em 2016, o prejuízo líquido foi de R$ 699 milhões, redução de 7,3% sobre a perda de R$ 754 milhões em 2015.


A receita da companhia, que está em recuperação judicial, caiu 43,2% de outubro a dezembro de 2016, para R$ 52,6 milhões, na comparação anual. Em 2016, a receita líquida de vendas das operações continuadas ficou em R$ 198,7 milhões, queda de 66% frente aos R$ 584,5 milhões de 2015.


O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativo em R$ 38,3 milhões no quaro trimestre de 2016, 55% inferior ao Ebitda negativo de R$ 85,6 milhões em igual período de 2015. Na comparação entre os anos fechados de 2016 e 2015, o recuo foi de 11%, passando de um Ebitda negativo de R$ 211,5 milhões em 2015 para um negativo de R$ 188,1 milhões em 2016..


OGPar


A Óleo e Gás Participações (OGPar), holding que detém participação na OGX e que atua em exploração e produção de petróleo, informou prejuízo líquido de R$ 123,8 milhões no quarto trimestre, avanço de 78,3% na comparação com o mesmo período de 2015. No ano fechado de 2016, o prejuízo líquido ficou em R$ 179 milhões, queda de 24% sobre a perda de R$ 235,3 milhões de 2015.


O resultado de equivalência patrimonial, referente à fatia da companhia na OGX, foi negativo em R$ 181 milhões em 2016. A OGpar detém uma participação de 25,89% na OGX.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos