Bolsas

Câmbio

Bovespa fecha em leve alta com foco na Vale e Petrobras

Na falta de novas diretrizes para definir estratégias no mercado de ações, o movimento dos papéis da Vale e da Petrobras determinaram o comportamento do Ibovespa. O índice fechou com alta de 0,52% aos 64.640 pontos e giro financeiro de R$ 6,7 bilhões.


"Falta um novo driver para a bolsa definir uma nova tendência", diz um operador. Ele cita que diante da incerteza com a reforma da Previdência Social e um possível aumento de impostos o investidor opta por manter a cautela.


Essa cautela tem sido percebida pelo movimento dos investidores estrangeiros na bolsa de valores. Neste mês, até o dia 24, eles já retiram R$ 3,2 bilhões do mercado de ações, resultado de compras de ações no valor de R$ 78,4 bilhões e vendas no valor de R$ 81,6 bilhões. No ao, o saldo ainda é positivo em R$ 3,6 bilhões.


Juntas, as ações da Vale e da Petrobras respondem por 19,5% da composição do Ibovespa e por isso seu movimentos de preços influenciam o índice. As ações PNA da Vale subiram 1,93% e os papéis ordinários ganharam 1,43%. As ações tiveram um desempenho positivo depois da notícia de que o novo presidente da companhia será Fabio Schvartsman, atual presidente da Klabin. Ontem, as ações unit da Klabin caíram, mas hoje fecharam com alta de 4,37%.


Os papéis da Petrobras também fecharam com alta, seguindo a valorização do petróleo no mercado internacional. Os contratos futuros de petróleo WTI para maio fecharam com ganho de 1,3% a US$ 48,37 o barril. As ações preferenciais da estatal subiram 1,31% e os papéis ordinários tiveram alta de 1,73%.


As bolsas americanas tiveram um desempenho positivo e ajudaram a sustentar o movimento de alta do Ibovespa. O S&P 500 subiu 0,73% para 2.358 pontos, o Nasdaq teve alta de 0,60% aos 5.875 pontos e o Dow Jones subiu 0,73% aos 20.701 pontos. Depois de o presidente americano, Donald Trump, não ter conseguido aprovar um novo projeto de reforma do Obamacare na Câmara dos Deputados, os investidores aguardam para saber se Trump conseguirá aprovar o programa de corte de impostos.


Outras ações em destaque hoje foram os papéis da Raia Drogasil, que subiram 4,51%, depois que o BTG Pactual recomendou a compra das ações e estabeleceu o preço-alvo em R$ 74. As ações encerraram o dia em R$ 59,80.


As ações ordinárias da Sabesp fecharam com ganho de 1,46%. A empresa teve lucro líquido de R$ 946,9 milhões no quarto trimestre do ano passado, uma alta de 105,4% sobre o mesmo período do ano anterior. No ano passado, o companhia teve lucro de R$ 2,9 bilhões, alta de 449,5% sobre o lucro líquido de R$ 536,3 milhões em 2015.


A maior queda do dia ficou com os papéis unit do Santander, que recuaram 7,41%. O Santander anunciou que fará uma oferta pública secundária de até 92 milhões de units, se considerada a colocação do lote adicional, para dar saída ao acionista Qatar Holding, que tem 5,5% do capital total. Pelo preço de fechamento de ontem, a R$ 30,62 a unit, a operação pode movimentar cerca de R$ 3 bilhões. As demais ações do setor bancário também fecharam em baixa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos