Bolsas

Câmbio

Maioria das bolsas europeias sobe por Brexit e tensão na África do Sul

A maioria das bolsas europeias fechou em alta nesta sexta-feira, sob influência do noticiário do processo de discussão da saída do Reino Unido da União Europeia, o Brexit, e pelas mudanças de gabinete da África do Sul.


A UE suavizou o discurso sobre um acordo de livre comércio com os britânicos, o que fortaleceu a libra, mas, com isso, pesou sobre a bolsa londrina, com forte presença de companhias exportadoras.


O FTSE 100, referência em Londres, fechou em queda de 0,63% a 7.322,92 pontos. O DAX, de Frankfurt, teve alta de 0,46% a 12.312,87 pontos e se aproxima mais do recorde histórico de 12.374 pontos atingido em abril de 2015. O CAC 40, de Paris, teve ganho de 0,65% a 5.122,51 pontos. O Stoxx 600 subiu 0,18% a 381,14 pontos.


Na semana e no mês, o FTSE 100 acumulou queda de 0,19% e alta de 0,73%. O DAX teve alta de 2,06% e ganhou 4,03% em março. O CAC 40 avançou 2,02% e teve valorização de 5,43 no mês.


No primeiro trimestre, os indicadores europeus acumularam fortes ganhos. O índice londrino subiu 2,52%. O de Paris teve alta de 5,35%. O de Frankfurt avançou 7,25%. O Stoxx 600 registrou ganhos de 5,5% nos primeiros três meses de 2017.


Nesta sexta-feira, os setores de viagens e de varejo lideraram as altas com subidas de 1,44% e 0,77%, respectivamente.


Entre as quedas, o de matérias-primas perdeu 1,4% hoje após o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, ter demitido o ministro das Finanças, Pravin Gordhan, em uma mudança de equipe na virada da noite.O movimento político na África do Sul afetou os preços do minério de ferro e, com isso, as ações das gigantes da mineração BHP Billiton e Antofagasta tiveram quedas superiores a 2% cada.


Os papéis do grupo financeiro sul-africano Old Mutual figuraram entre os piores desempenhos do dia com uma baixa de mais de 7%.


Entre os dados econômicos divulgados nesta sexta-feira, o PIB do Reino Unido mostrou crescimento de 0,7% no quarto trimestre do ano passado e 1,9% na comparação anual.


A União Europeia divulgou o rascunho das linhas gerais da negociação do acordo do Brexit. O documento mostrou que o bloco está preparado para discutir um eventual acordo de livre comércio com os britânicos antes que os dois lados tenham concordado com os termos finais da separação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos