Bolsas

Câmbio

Número de funcionários em montadores recua 8,7% em relação a 2016

O emprego na indústria automobilística continua em queda. O número de funcionários das montadoras de veículos somou 103,6 mil em março. Na comparação com o mês anterior, o recuo foi leve, de 0,8%. Mas, em relação a um ano atrás, houve recuo de 8,7%. Segundo o presidente da Anfavea, Antonio Megale, a retração reflete os ajustes feitos ao longo dos meses de crise.


A quantidade de trabalhadores afastados das fábricas também mostra como a ociosidade ainda é um problema para o setor. O segmento fechou o mês com 10,6 mil trabalhadores afastados. Desse total, 9 mil estão no Programa Seguro-Emprego e 1,5 mil estão no sistema de "layoff", que prevê a suspensão temporária do contato de trabalho.


Exportações


A indústria automobilística registrou no acumulado deste ano o melhor trimestre para exportações da história. De janeiro a março foram vendidos ao exterior 172,7 mil veículos, o que somou total de US$ 2,8 bilhões em divisas. Isso representou um crescimento de 51,5% em comparação com o primeiro trimestre de 2016.


Somente em março foram embarcados 68,4 mil veículos, num total de US$ 1,3 bilhão. Para Megale, os acordos comerciais têm ajudado. A demanda da Argentina também justifica o desempenho.


Segundo o dirigente, as empresas também continuam a se esforçar para vender mais no mercado externo para compensar as perdas no mercado doméstico. "Mas, mesmo que o mercado interno reaja, ainda teremos capacidade suficiente para continuar elevando as exportações", disse Megale.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos