Bolsas

Câmbio

Conselheiros da Brasil Pharma renunciam após venda ao Lyon Capital

Os membros do conselho de administração da Brasil Pharma e seus suplentes informaram à companhia nesta segunda-feira (10) a renúncia de suas respectivas vagas após o controle da varejista de farmácias ser vendido para a Lyon Capital.


No dia 6 de abril, Carlos Daniel da Fonseca e Andrea di Sarno Neto, respectivamente, presidente e vice-presidente do conselho, além dos membros efetivos, Felipe Gottlieb, Fernando Paes de Carvalho e Renato Antonio Mazzola, e dos suplentes Allan Hadid e Ricardo Lobo, apresentaram pedido de renúncia.


Com a vacância de todo o conselho de administração, foram eleitos para a composição provisória: Paulo Remy Gillet Neto, novo controlador da empresa, Rubens Cardoso da Silva e Roberto Bocchino Ferrari.


Adicionalmente, foi convocada assembleia geral extraordinária para 24 de abril, com o intuito, entre outros temas, de ratificar a eleição de novos conselheiros, além de eleger mais dois membros efetivos.


Foram indicados pela nova administração Bruno Dario Werneck e Luiz Carlos Cantídio Júnior para completarem as cinco cadeiras do conselho.


Para a presidência e vice-presidência, foram indicados, respectivamente, Ferrari e Remy.


A mudança acontece depois de o controle da companhia ser transferido, na quinta-feira (6), do BTG Pactual para a Lyondel, subsidiária da Lyon Capital, de Paulo Remy.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos