Bolsas

Câmbio

Brasil fecha 63,6 mil vagas formais em março, aponta Caged

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) registrou fechamento líquido de 63.624 postos de trabalhos em março. O dado é o resultado de 1,251 milhões admissões e 1,324 milhões de demissões.


Por conta disso, o primeiro trimestre do ano teve o fechamento de 64,378 mil vagas. Em doze meses, a redução nos postos é de 1,090 milhão.


O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, culpou o comércio e o setor de serviço pelas demissões líquidas de março. O primeiro ramo encerrou 33,9 mil postos em março. Já os serviços fecharam 17,086 mil vagas.


Em seguida vem a construção civil (9,059 mil demissões líquidas), administração pública (4,575 mil postos a menos), indústria de transformação (3,499 mil empregos a menos) e agricultura (3,471 demissões líquidas).


"O ponto positivo, observando os dados históricos do mesmo período, observamos que vem reduzindo" o fechamento de vagas, o que "sinaliza que Brasil está indo para uma estabilidade e logo haveremos de consolidar um crescimento sólido da geração de empregos", avaliou Nogueira.


No primeiro trimestre de 2016, destacou o ministro, houve o fechamento de 303,4 mil postos de trabalho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos