Worldsteel: Produção de aço sobe no Brasil, mas presença do país recua

A produção de aço bruto no Brasil atingiu 2,9 milhões de toneladas em março, informou a Worldsteel Association nesta segunda-feira (24).Sobre igual mês do ano passado, o volume representa aumento de 13,7%. Já em relação a fevereiro, o crescimento foi de 10,8%.


Ao contrário do que é costumeiro, o Instituto Aço Brasil ainda não havia publicado as informações antes da entidade global.


As siderúrgicas brasileiras acompanharam o movimento global de elevação do nível produtivo e do uso de capacidade, consequentemente.A produção global de aço bruto totalizou 144,95 milhões de toneladas ao redor do mundo em março.O volume significa 4,6% de crescimento em relação ao mesmo mês do ano passado. Sobre fevereiro, a alta foi mais intensa, de 14,5%.


Apesar da aceleração do Brasil em março, a relevância da produção local de aço no contexto mundial caiu. A participação do país saiu de 2,1% em fevereiro para 1,9% em março.O ritmo mais forte mostra também que o mercado interno está dando sinais de uma retomada mais sustentável.


Mundo


AWorldsteel, que acompanha os 67 principais países para o setor, informou que o uso de capacidade das usinas globalmente atingiu 72,7% no mês passado, maior patamar desde junho de 2015. Em março de 2016, o índice era de 70,5%, e em fevereiro deste ano, chegou a 70,7%.


Na China, maior produtora, consumidora e exportadora de aço do mundo, a produção alcançou 72 milhões de toneladas, avanço de 1,8% em comparação anual. Sobre o mês imediatamente anterior, houve forte aumento de 17,7% no ritmo produtivo.


Enquanto isso, o restante da Ásia, que agrega outras nações importantes como Índia, Japão e Coreia do Sul, produziu 27,6 milhões de toneladas de aço bruto em março, 7,7% a mais do que um ano antes. Frente a fevereiro, houve crescimento de 10,4%.


Nos Estados Unidos, onde as siderúrgicas esperam se beneficiar da política mais amigável ao setor do presidente Donald Trump, a produção ainda não reagiu de acordo. O aumento em março foi mais tímido, de 3,4% na comparação anual, para 7 milhões de toneladas. Sobre o mês imediatamente anterior, quando os volumes ainda estavam baixos, a alta foi de 10,1%.


Os dados da Worldsteel também mostram que a Rússia fabricou 6,2 milhões de toneladas em março, avanço de 1,4% e 10,7%, respectivamente. A União Europeia, por sua vez, produziu 15 milhões de toneladas, alta de 6,7% e 13,2%, nesta ordem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos