Bolsas

Câmbio

Bolsas de NY fecham em alta diante de balanços positivos

Se o rali da segunda-feira teve motivação política, nesta terça-feira o apetite ao risco alimentou-se mesmo dos resultados acima do esperado de gigantes corporativos nos EUA e da expectativa sobre a divulgação do plano de reforma tributária prometida pelo presidente americano Donald Trump para amanhã.


Com o impulso dos balanços, o Dow Jones recuperou o nível de 21 mil pontos e manteve-se acima do patamar durante praticamente toda a sessão. Mas no minuto final, apesar da forte subida, não teve força para sustentar a marca psicológica e fechou quatro pontos abaixo.


O Nasdaq operou acima dos 6 mil pontos pela primeira vez na história e encerrou com alta de 0,70% a 6.025,49 pontos. Em termos absolutos, o índice também registrou hoje o recorde de 6.036,01 pontos na máxima da sessão, acima da marca anterior de 5.989,91 pontos, alcançada em 5 de abril.


Após ajustes, o Dow Jones fechou em alta de 1,12%, a 20.996,12 pontos. O S&P 500 avançou 0,61%, a 2.388,61 pontos, a apenas sete pontos do seu melhor resultado de fechamento em todos os tempos.


Nesta terça-feira, nada menos que quatro componentes do Dow Jones, uma das principais referências do mercado acionário americano, superaram amplamente as estimativas sobre lucros e receitas no primeiro trimestre.Resultado: os papéis da Caterpillar subiram 7,87%, os do McDonald's tiveram alta de 5,54%, os da DuPont avançaram 3,57% e os de 3M registraram ganho de 0,91%.


Por sua vez, a expectativa sobre o anúncio de cortes de impostos pelo presidente Trump levou os bancos a altas expressivas na bolsa de Nova York. O setor financeiro subiu 0,89% no S&P 500. As ações do Goldman Sachs saltaram 1,54%, no quarto maior ganho do Dow Jones, enquanto as do J.P.Morgan valorizaram 0,88%.


A indústria de veículos e equipamentos pesados Caterpillar postou um lucro por ação de US$ 1,28 e vendas de US$ 9,82 bilhões ante expectativas de lucro por ação de US$ 0,62 e receitas de US$ 9,27 bilhões. A rede de fast food McDonald's registrou lucro por ação de US$ US$ 1,47 e vendas de US$ 5,68 bilhões contra projeções de US$ 1,33 e US$ 5,53 bilhões.


A 3M divulgou lucro por ação de US$ 2,16 e receitas de US$ 7,68 bilhões ante US$ 2,06 e US$ 7,47 bilhões esperados pelo mercado. E a DuPont publicou um lucro por ação de US$ 1,64 e vendas de US$ 7,74 bilhões, quando analistas aguardavam resultados de US$ 1,39 e US$ 7,5 bilhões.


Para a quarta-feira, estão programadas as divulgações dos balanços do primeiro trimestre de Amgen, AstraZeneca, Bayer, Boeing, Capcom, Coca-Cola Femsa, Daimler, Fiat Chrysler, Fuji Electric, General Dynamics, GlaxoSmithKline, Hershey, Hyundai, Ingersoll-Rand, Nasdaq, Northrop Grumman, Paypal, Santander e Twitter.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos