Bolsas

Câmbio

Lucro da Odontoprev fica quase estável no primeiro trimestre

A companhia de planos odontológicos OdontoPrev registrou lucro líquido de R$ 69 milhões no primeiro trimestre, praticamente estável em relação a igual período de 2016 ? com leve variação positiva de 0,3%.


No período, a companhia apurou queda no resultado operacional, devido a aumento de despesas. Esta alta foi compensada por melhora do resultado financeiro, que ficoupositivo em R$ 7,5 milhões, com crescimento de 48,5% na comparação anual.


A receita líquida somou R$ 351,5 milhões de janeiro a março, com crescimento de 6,6% na comparação anual. O ganho operacional, no entanto, recuou 2,3%, a R$ 91,8 milhões, como resultado de um crescimento de 10% nas despesas operacionais.


O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) chegou a R$ 95,6 milhões, numa queda de 2,9%. Já o Ebitda ajustado, que desconta provisões e inclui o Ebitda pro-forma da Brasildental, foi de R$ 90,3 milhões de janeiro a março, com alta de 2,9% em base anual.


O tíquete médio no trimestre foi de R$ 19,44, patamar 8,3% superior aos R$ 17,95 de igual período do ano passado, refletindo o reajuste de contratos corporativos e a mudança de mix.


A OdontoPrev atingiu 6,2 milhões de beneficiários no primeiro trimestre, com a perda líquida de 54 mil vidas no período e queda de 142 mil vidas em 12 meses. Nos três primeiros meses do ano, a perda líquida de beneficiários mais relevante foi no segmento corporativo, com recuo de 47 mil, seguida por planos individuais, com saldo negativo de 16 mil, parcialmente compensadas pelo ganho de 8 mil vidas no segmento de pequenas e médias empresas (PME).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos