Bolsas

Câmbio

Dólar muda de direção e sobe após adiamento da votação da Previdência

O dólar tem leve alta ante o real, revertendo a queda que perseverava durante a manhã. O movimento ocorre após o anúncio do adiamento da votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara. Essa possibilidade já vinha sendo discutida no mercado, mas a confirmação da postergação acaba alimentando dúvidas em torno do apoio parlamentar ao projeto.


Às 11h15, o dólar comercial tinha leve alta de 0,11%, cotado a R$ 3,1758, com máxima em R$ 3,1773. Com isso, a divisa se distancia da mínima no dia, de R$ 3,1562.


O contrato futuro para maio, por sua vez, subia 0,06%, a R$ 3,1770, após avançar até R$ 3,1785.


Até então, o dólar operava em queda, enquanto os agentes financeiros avaliam, com menos nervosismo, a votação da reforma trabalhista e o cenário político para as novas regras previdenciárias. Com o apoio de 296 deputados, a reforma trabalhista foi aprovada ontem na Câmara e agora segue para o Senado. O resultado ficou bem acima dos 237 votos necessários.


Para garantir a aprovação do texto-base da reforma previdenciária, são necessários 308 votos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos