Bolsas

Câmbio

Venda de papelão ondulado volta a subir no 1º trimestre

Boletim estatístico divulgado há pouco pela Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO) confirmou que as vendas do produto interromperam em 2017 a trajetória de queda iniciada em setembro e voltaram ao terreno positivo no primeiro trimestre.


No mês passado, as expedições brasileiras de caixas, acessórios e chapas de papelão subiram 0,65% na comparação com fevereiro, com ajuste sazonal, para 291,616 mil toneladas. Esse é o maior volume de expedição para o mês na série histórica da ABPO com início em 2013.


Sem ajuste, a alta foi de 15,58% - dados preliminares da entidade divulgados em 10 de abril indicavam crescimento de 15,79% nessa base de comparação.


Frente a março do ano passado, houve expansão de 6,88% (contra 7,07% na prévia).


Com isso, no primeiro trimestre, as vendas de papelão ondulado acumularam alta de 5,16%, para 815,502 mil toneladas.


Para 2017, a entidade projeta crescimento de 1,5% a 2% nas vendas desse tipo de embalagem, após dois anos de quedas superiores a 2%. Essa é a primeira estimativa oficial da ABPO para o ano, que terá três dias úteis a menos que 2016.


No ano passado, as vendas de papelão ondulado no país caíram 2,27%, a 3,26 milhões de toneladas, com desempenho pior do que o esperado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos