Bolsas

Câmbio

Cunha e Cabral são agora únicos troféus da Lava-Jato, dizem advogados

Advogados do deputado federal cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) disseram nesta quarta-feira temer que a força-tarefa da Operação Lava-Jato no Ministério Público Federal (MPF) faça um novo pedido de prisão preventiva contra o político após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que suspendeu a prisão preventiva do ex-ministro José Dirceu (PT).


"Ele [Cunha] e [o ex-governador do Rio de Janeiro] Sérgio Cabral (PMDB) são agora os únicos troféus da Lava-Jato", disse um dos defensores do deputado cassado.


Um pedido de habeas corpus para Cunha, semelhante ao que libertou Dirceu, aguarda julgamento no STF. Advogados esperam que ele entre na pauta na próxima semana.


Procurado pelo Valor PRO, o MPF do Paraná não se pronunciou até a publicação desta reportagem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos