Bolsas

Câmbio

Juros futuros operam em alta de olho na cena externa

Os juros futuros avançam nesta quinta-feira, em meio a um ambiente externo mais difícil para emergentes. No exterior, os mercados se ajustam à expectativa reforçada de um aperto monetário em junho nos Estados Unidos, enquanto as commodities registravam queda. Essa combinação de fatores acaba ofuscando o efeito das novidades da cena doméstica brasileira, que traz a aprovação do texto da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara.


Ontem, a proposta previdenciária recebeu o aval de 23 integrantes da comissão, ante 14 contrários. O placar é próximo ao esperado pelo governo, de que somaria mais de 3/5 dos votos, percentual que terá que alcançar no plenário. Em outras palavras, será necessário o apoio de 308 dos 512 deputados no plenário da Câmara.


Ainda levará mais duas ou três semanas para que a proposta seja votada, mantendo assim a apreensão nos mercados. Até lá, o governo pretende construir uma base de pelo menos 320 parlamentares por meio da negociação de cargos e convencimento.


Por volta das 10h51, o DI janeiro de 2018 marca 9,440%, ante 9,410% no ajuste anterior, e o DI janeiro de 2019 opera a 9,340%, ante 9,310% na mesma base de comparação. Já o DI janeiro de 2021 subia a 10,000%, de 9,960%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos