Bolsas

Câmbio

Primeira batalha da reforma da Previdência segura alta de juro futuro

A pressão vinda do exterior fez os juros futuros subirem no Brasil nesta quinta-feira, mas as altas foram de maneira geral moderadas, um dia após o governo vencer a primeira batalha para aprovar a reforma da Previdência.


Em sessão na comissão especial da Câmara dos Deputados, o parecer do relator Arthur Maia (PPS-BA) foi aprovado por 23 votos a 14. O governo esperava pelo menos 22 votos. Embora positivo, o resultado já era também aguardado pelos investidores. Por isso, apenas amenizou a alta dos DIs, sem impedi-la.


Ainda levará pelo menos duas ou três semanas até que a proposta de reforma seja votada em plenário, passo que antecede a ida do texto ao Senado Federal. Até lá, o governo pretende construir uma base de pelo menos 320 parlamentares por meio da negociação de cargos e convencimento. Na Câmara, são necessários pelo menos 308 votos para aprovação da PEC.


No mercado, ficou a sensação de que o caminho será árduo, apesar da vitória. "As notícias dos jornais hoje nem de longe indicam que será um caminho mais fácil", diz o profissional de uma gestora. Ele afirma que o mercado não conta com novas mudanças no texto, que, se ocorrerem, teriam potencial para ditar ajuste negativo nos mercados.


Do exterior, a alta dos juros dos Treasuries - títulos do Tesouro americano - ajudou a manter as taxas de DI mais longas em alta. O mercado passará por outro teste amanhã, quando serão divulgados números do mercado de trabalho dos EUA referentes a abril. Se os dados do "payroll" vierem mais fortes que o esperado, ha expectativa de nova rodada de alta dos "yields" (retorno ao investidor) dos títulos do Tesouro dos EUA, movimento que manteria a trajetória ascendente das taxas domésticas.


Ao fim do pregão regular, às 16h, o DI janeiro/2018 subia a 9,445% (9,410% no ajuste anterior). O DI janeiro/2019 avançava a 9,370% (9,310% no último ajuste).E o DI janeiro/2021 tinha alta para 10,030% (9,960% no ajuste de ontem).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos