Bolsas

Câmbio

Juros futuros fecham em baixa à espera de IPCA nesta quarta-feira

As taxas de DI recuaram na BM&F nesta terça-feira. As vendas foram sustentadas por novo dado que reiterou o cenário de desinflação no país, referência presente em discursos recentes de membros do Banco Central.


O IGP-DI de abril, divulgado hoje, caiu 1,24% em abril ante março, menor taxa desde janeiro de 1998.


A mediana das estimativas captadas pela Pesquisa Focus do Banco Central indica que o mercado vê estabilidade da Selic em 8,5% durante 2018. Mas, considerando as projeções mínimas, há quem veja a taxa voltando a cair entre maio e junho de 2018, atingindo 7%, patamar no qual ficaria até o final do ano.


Ao fim do pregão regular, às 16h, o DI janeiro/2019 recuava para 9,200% (9,270% no ajuste de ontem). Mais de 271 mil contratos já foram negociados para esse vencimento, o mais líquido desta sessão.


O DI julho/2017 - que reflete apostas para o Copom de maio - caía a 10,535% (10,559% no ajuste anterior).O DI janeiro/2018 cedia a 9,355% (9,400% no último ajuste). E o DI janeiro/2021 caía para 9,880% (9,950% no ajuste da véspera).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos