Juros futuros recuam após resultado do IGP-DI

Os juros futuros, principalmente de vencimentos mais curtos, operam em baixa nesta terça-feira. O movimento acompanha novos sinais de inflação fraca no país, que servem de argumento para um ritmo mais acentuado de corte de juros pelo Banco Central (BC). As atenções também se voltam para a cena política no dia que a comissão especial da Câmara retoma a sessão para votar os destaques da reforma da Previdência.


Por volta das 10h30, o DI janeiro de 2018 caía a 9,365%, ante 9,400% no ajuste anterior, e o DI janeiro de 2019 recuava a 9,230%, ante 9,270% na mesma base de comparação. Nas mínimas, os ativos marcaram 9,360% e 9,210%, respectivamente.


Entre os vencimento de curtíssimo prazo, o DI julho de 2017 - que reflete apostas para o encontro do Copom em maio - operava a 10,535%, ante 10,559%.


A inflação segue mostrando que há espaço para o BC cortar a taxa básica de juros. Mais cedo, a Fundação Getulio Vargas (FGV) mostrou que o IGP-DI registrou queda de 1,24% em abril, após cair 0,38% em março. É a menor taxa desde o início da série, em janeiro de 1998. Com isso, acumula perda de 1,13% no ano e alta de 2,74% em 12 meses.


Amanhã, o destaque é o IPCA de abril. A inflação oficial deve voltar a ficar abaixo da meta estabelecida pelo BC, depois de 86 meses de oscilações acima do nível de 4,5%. No acumulado em 12 meses, o IPCA deve ter cedido a 4,11%, conforme a média de 19 projeções colhidas pelo Valor Data entre consultorias e instituições financeiras.


A inflação teria desacelerado de 0,25% em março para 0,16% em abril, o menor percentual desde 1994, quando começa a série do IBGE.


Os investidores seguem atentos a cena política. Hoje, a comissão especial da Câmara retoma a sessão para concluir a análise das emendas à reforma da Previdência. Como destaca o Valor, o governo aposta na rejeição de todos os destaques na comissão.


Entre vencimentos pouco mais longos, o DI janeiro de 2021 marcava 9,920%, ante 9,950% no ajuste anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos