Bolsas

Câmbio

Ibovespa atinge maior patamar desde fevereiro com alta do petróleo

A Bovespa segue sob efeito da aprovação da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara dos Deputados, ontem, e da alta no preço do petróleo no mercado internacional na tarde desta quarta-feira. Perto das 15h45, o Ibovespa subia 1,27% e alcançava os 67.122 pontos, com giro financeiro de R$ 4,6 bilhões, às 15h41. Se esse fosse o nível do fechamento, seria o maior patamar desde 23 de fevereiro.


As ações da Petrobras sobem acompanhando a valorização do petróleo. Como, juntas, as ações respondem por 8% da composição do Ibovespa, o desempenho delas favorece a alta da bolsa. Os papéis ordinários da estatal têm alta de 2,55% e as ações preferenciais têm valorização de 3,68%. Há pouco, os contratos futuros de petróleo WTI subiam 3,79% a US$ 47,59 o barril e os contratos tipo Brent tinham alta de 2,93% a US$ 50,16. "O rompimento da barreira dos US$ 46 por barril foi muito positivo para as ações da Petrobras", diz Ari Santos, gerente de mesa Bovespa da H.Commor DTVM.


Amanhã, a Petrobras deve anunciar o resultado financeiro do primeiro trimestre do ano após o fechamento do mercado. A expectativa é de que o prejuízo seja revertido e a companhia alcance lucro de R$ 3,3 bilhões, segundo analistas consultados pelo Valor. Outro fator que pode estar ajudando na valorização do preço das ações da estatal é o vencimento de opções sobre ações, na segunda-feira. "Tem muita gente que já está zerando a posição da Petrobras ou rolando o vencimento", diz Santos.


As ações do setor frigorífico também operam com alta nesta tarde, puxadas pela Marfrig. Os papéis da empresa sobem 6,27%, a maior alta do dia. Amanhã, a empresa também divulga o resultado financeiro do trimestre e os investidores estão otimistas com a possível abertura de capital da subsidiária Keystone, nos Estados Unidos. As ações da BRF têm alta de 3,44% e JBS sobe 3,34%. "As ações do setor tinham ficado atrasadas em relação à recente valorização do Ibovespa", diz Santos.


As ações do sistema financeiro também operavam em alta, com destaque para as ações do Banco do Brasil, que subiam 2,44%. Os papéis do Itaú Unibanco ganhavam 0,40% após o banco ter confirmado discussões em torno de aquisição de participação minoritária na XP Investimentos. Hoje, a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) tornou público em sua página na internet, o pedido de registro de companhia aberta da XP Investimentos, protocolado ontem.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos