Bolsas

Câmbio

Meirelles defende que reformas e teto reduzem peso do Estado

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje que a aprovação da reforma da Previdência dá "mais segurança para o país cumprir o teto de gastos", novo regime fiscal aprovado no ano passado que prevê o crescimento das despesas federais por 20 anos apenas com base na correção da inflação. "Por isso a reforma da Previdência é fundamental", declarou Meirelles a uma audiência formada por gestores de fundos reunidos em São Paulo no 9º Congresso de Fundos de Investimentos da Anbima.


Meirelles argumentou que a principal causa da recessão econômica enfrentada pelo país, "e pior que a grande depressão de 1929", tem origem fiscal, o que leva a retomada do crescimento ser diferente da vista em outros ciclos da economia, "marcados por uma expansão artificial e não sustentada do crédito e inflação e juros elevados." Hoje, afirmou o ministro, a retomada é baseada em reformas estruturais e microeconômicas, melhores fundamentos econômicos e confiança dos agentes de mercado.


Para comprovar sua tese, Meirelles apresentou resultados de indicadores antecedentes da economia no primeiro trimestre deste ano, como o crescimento de 20% do consumo de energia e de aço pela indústria, de 24% de licenciamentos de veículos e 15% da produção de papelão ondulado. Mas o ministro deu destaque à agricultura, "setor que lidera a retomada" nos primeiros três meses de 2017.


"Conab previa safra de 212 milhões de toneladas, que já significava crescimento de 14% sobre o ano anterior, mas na realidade o aumento foi de 22%. A mensagem relevante é que a produtividade da agricultura cresceu, decorrência de contínua melhora de tecnologia da produção, tudo muito eficiente, com plantação e colheita até controladas por satélite. É um exemplo de aumento de produtividade que deve ser seguido [em outros setores da economia brasileira]", disse Meirelles.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos