Bolsas

Câmbio

IBGE não vê recuperação do setor de serviços no primeiro trimestre

O setor de serviços não registrou recuperação no primeiro trimestre, destacou o analista do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Roberto Saldanha. Entre janeiro e março de 2017, na série com ajuste sazonal, o setor de serviços permaneceu estável em relação ao quarto trimestre de 2016, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), do IBGE. Na comparação com primeiro trimestre de 2016, houve queda, de 4,6%.


A atividade encerrou o quarto trimestre de 2016 com queda de 2,7% em relação aos três meses antecedentes. A última vez em que foi registrado um aumento na série com ajuste foi no último trimestre de 2014, quando o volume de serviços subiu 0,4%.


Por atividades, os segmentos de Serviços de informação e comunicação (2,8%) e de Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (1,6%) e Serviços prestados às famílias (0,8%) cresceram do trimestre final de 2016 para os três primeiros meses deste ano. Mas Outros serviços tiveram recuo de 4,8% e as Atividades turísticas registraram retração de 4,3%. Os Serviços profissionais, administrativos e complementares registraram queda de 7,3%, afetado diretamente pela falta de investimento das empresas e a falta de contratação dos governos, que não tem projeto, destacou Roberto Saldanha, do IBGE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos