Bolsas

Câmbio

Ibovespa opera em alta puxadas por Vale e Petrobras

As ações da Vale e da Petrobras operam em alta a ajudam a sustentar o movimento positivo do Ibovespa. Às 16h01, o índice subia 0,33% para 68.447 pontos, com giro financeiro de R$ 4,8 bilhões, projetando R$ 5,9 bilhões para o final do dia.


As ações PNA da Vale sobem 1,79% e os papéis ordinários ganham 2,39%. As demais ações do setor siderúrgico também operam em alta. As ações da CSN têm a maior alta do dia, de 5,65%, os papéis da Usiminas sobem 5,56%, as ações da Gerdau Metalúrgica ganham 4,51% e Gerdau sobe 3,64%. Os papéis seguem o comportamento dos seus pares no exterior. As ações da BHP sobem 2,28% e os papéis da Rio Tinto são negociados com alta de 2,70%. O preço do minério de ferro fechou com queda de 0,9% em Qingdao, na China, para US$ 60,80 a tonelada.


De acordo com operadores, os papéis das siderúrgicas brasileiras sobem devido a operações de arbitragem com os papéis das companhias estrangeiras. "São movimentos específicos do setor. O dia é de espera por um novo driver que possa consolidar o movimento de alta do Ibovespa", diz um operador.


Outro fator que impulsiona as empresas siderúrgicas é o fato de o IBC-Br, índice que funciona como previa do PIB (Produto Interno Bruto), ter subido 1,05% em março, enquanto a projeção média dos economistas consultados pelo Valor Data era de uma queda de 0,99%. As empresas do setor de siderurgia que produzem aços planos usados na fabricação de carros, eletrodomésticos da linha branca, máquinas e equipamentos são beneficiadas pelo crescimento da economia.


As ações da Petrobras operavam com alta, seguindo a valorização do preço do petróleo no mercado internacional. Os contratos futuros tipo WTI para junho subiam 2,74% e os contratos tipo Brent tinham alta de 2,58%. As ações ordinárias da Petrobras tinham alta de 1,69% e os papéis ordinários subiam 1,68%.


Os ministros de Energia da Arábia Saudita e da Rússia divulgaram declaração conjunta, hoje, anunciando a prorrogação dos cortes de extração dos maiores países produtores até março de 2018.


As ações do sistema financeiro operavam com comportamentos distintos. Os papéis do Banco do Brasil tinham a maior queda do dia, de 1,81%. O JP Morgan reduziu hoje a recomendação para as ações do banco de "overweight" (exposição acima da média de mercado) para neutra. O banco também diminuiu o preço-alvo para os papéis em R$ 2, para R$ 37. Hoje, as ações valiam R$ 34,76. A maior alta do setor estava com as ações do Santander, que subiam 0,73%.


Entre as maiores quedas do dia estavam os papéis da Marfrig, que recuavam 4,03% e as ações da Sabesp com baixa de 3,07%. A Marfrig divulgou na semana passada que teve prejuízo líquido no primeiro trimestre de R$ 233,2 milhões, mais do que o dobro na comparação com o prejuízo de R$ 106,2 milhões reportado pela companhia no mesmo período do ano anterior. A Sabesp divulgou na sexta-feira que teve lucro líquido de R$ 674,4 milhões no primeiro trimestre, crescimento de 7,3% em relação ao mesmo período de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos