Bolsas

Câmbio

Ibovespa recua com cautela com cena externa; dólar passa de R$ 3,11

A cautela prevalece no mercado acionário brasileiro nesta quarta-feira. Com o aumento da aversão ao risco em todo o mundo por conta do recreduscimento da crise política nos Estados Unidos, os investidores locais aproveitam para embolsar parte dos ganhos dos últimos dias.


Depois de atingir ontem seu maior nível desde 21 de fevereiro, o Ibovespa operava em baixa às 11 horas, de 0,98%, para 68.008 pontos. O dólar comercial avançava 0,54%, a R$ 3,1120.


Entre as ações em alta, estava Suzano, que subia 0,86%.Paranapanema, que não faz parte do Ibovespa, também se destacava, avançando 8,40%, com o anúncio de um espero plano de reestruturação financeira e societária.


Na outra ponta, JBS perdia 2,23%, diante da notícia de que oferta inicial de ações (IPO) da unidade internacional da empresa, a JBS Foods International, pode não sair em 2017. Vale PNA reciava 1,62% e Vale ON declinava 2,13%. Petrobras PN cedia 0,45% e Petrobras ON recuava 0,06%.


Os investidores seguem atentos às tensões que cercam o governo americano.


Havendo admitido ter repassado à Rússia, em encontro com diplomatas, algumas informações confidenciais, o presidente Donald Trump na noite de ontem se viu suspeito de obstrução da Justiça. O líder dos EUA teria solicitado a James Comey, antes de forçá-lo, em fevereiro, a renunciar do posto de diretor do FBI, que deixasse de lado uma investigação sobre o ex-assessor de Segurança Nacional Michael Flynn por conversas indevidas com os russos, segundo memorando do próprio Comey à época, o qual foi revelado pelo jornal "The New York Times".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos