Bolsas

Câmbio

Atividade e emprego continuam a cair no setor de construção, nota CNI

O nível de atividade e de emprego continuaram a cair na construção civil em abril, de acordo com sondagem mensal da Confederação Nacional da Indústria (CNI). A ociosidade do setor segue muito alta.


De acordo com a pesquisa, realizada entre os dias 2 e 12 de maio, com 621 empresas, o indicador de atividade saiu de 44,5 pontos em março para 43,3 pontos em abril e o índice de número de empregados foi de 41,7 pontos para 42,3 pontos. Leituras abaixo de 50 pontos indicam queda.


A indústria da construção segue com alta capacidade ociosa. A Utilização da Capacidade Operacional (UCO) manteve-se em 56% na passagem de março para abril, mas permanece baixa, 7 pontos percentuais inferior à média histórica para o mês.


"O cenário da indústria da construção permanece difícil. Os indicadores continuam apontando queda, o nível de utilização da capacidade operacional tem se mantido baixo e a atividade segue abaixo do usual", afirma a CNI no relatório da sondagem divulgado nesta quinta-feira.


Expectativas


Os indicadores de expectativa seguiram praticamente estáveis, com apenas o de atividade acima da linha dos 50 pontos, em 50,5 em maio. O índice de novos empreendimentos e serviços recuou de 49,3 para 49,1 e o de compra de insumos e matérias-primas foi de 48,7 para 48,5 pontos.


O indicador de intenção de investimentos caiu de 29,7 para 28,5. Apenas o de número de empregados subiu, de 47,5 para 48,2 pontos, mas segue abaixo da marca de 50 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos