PT inicia congresso que decidirá novo presidente nacional do partido

Com três horas de atraso, o PT começou na noite desta quinta-feira o Congresso Nacional do partido, que acontece em Brasília até sábado, quando será eleito o novo presidente nacional da legenda. Os senadores Gleisi Hoffmann (PR) e Lindbergh Farias (RJ) estão na disputa para assumir o lugar ocupado atualmente por Rui Falcão.


Além da fala de representantes de movimentos sociais, a abertura do 6º Congresso Nacional do PT conta com a presença dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, que devem ser os últimos a discursar. Ambos foram recebidos no auditório sob aplausos e palavras de ordem contra o presidente Michel Temer.


Durante o Congresso, o partido pretende debater e submeter a votação pelos delegados da sigla um documento no qual faz críticas à Operação Lava-Jato, que, na avaliação do partido, teria ajuda a instalar uma "justiça de exceção" com a intenção de "destruir" Lula e o PT. No texto, é defendida a tese de que Lula estaria sofrendo uma "caçada" para inviabilizar uma eventual candidatura do petista nas próximas eleições presidenciais.


No documento, o PT defende a realização de eleições diretas em caso de vacância da presidência da República. O partido sinaliza que, no caso de eleições indiretas, não votará no Colégio Eleitoral.


Além disso, o texto critica as políticas econômicas do presidente Michel Temer, a quem classifica como "golpista e usurpador". O documento reprova a implementação do teto de gastos públicos e as reformas trabalhista e previdenciária.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos