Bolsas

Câmbio

Bayer vai reduzir participação acionária na Covestro

A alemã Bayer, que controla a Covestro, vai reduzir sua participação na companhia, que é a maior produtora mundial de poliuretanos, com a venda de um 1 bilhão de euros em ações. Adicionalmente, fará uma oferta de 1 bilhão de euros em bônus conversíveis em papéis da Covestro em 2020 e depositará oito milhões de ações da empresa em seu fundo de pensão, o Bayer Pension Trust.


As duas operações foram lançadas nesta terça-feira, após o fechamento das bolsas europeias, e são direcionadas exclusivamente a investidores institucionais, segundo a Bayer.


Em nota, a gigante alemã informa ainda que os resultados da Covestro continuarão a ser integralmente consolidados em seu balanço, uma vez que a Bayer seguirá majoritária após a conclusão dessas operações.


A companhia já informou que pretende se separar integralmente da Covestro no médio prazo. A produtora de poliuretanos nasceu como empresa independente da Bayer em setembro de 2015, após a cisão da Bayer MaterialScience.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos