Dólar bate R$ 3,27; investidor continua atento à cena política

O dólar abriu em queda, mas mudou de rumo ainda na primeira hora de negócios. Os agentes financeiros aguardam a conclusão do julgamento da chapa Dilma/Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em meio a sinais de que o resultado deve ser favorável para o governo.


Às 9h56, o dólar comercial subia 0,16%, a R$ 3,2699, após marcar R$ 3,2704 na máxima.


O contrato futuro para julho, por sua vez, aumentava 0,02%, a R$ 3,2780.


O vaivém na política pode levar o mercado a assumir uma posição mais defensiva, principalmente antes do fim de semana.


Também de olho na movimentação no TSE, os juros futuros ampliam a queda durante a manhã. O DI janeiro/2023 cedia a 10,850%, ante 10,940% no ajuste anterior, e o DI janeiro/2025 recuava a 11,060%, ante 11,130% na mesma base de comparação.


Entre os vencimentos mais curtos, o DI janeiro/2019 operava a 9,260%, ante 9,410% no ajuste anterior.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos