Dólar tem queda moderada e é negociado na casa de R$ 3,30

O dólar opera em queda na manhã desta terça-feira, mas permanece no nível de R$ 3,30. O recuo da moeda americana tem como pano de fundo a decisão do PSDB em continuar, pelo menos por enquanto, na base do governo de Michel Temer. O posicionamento dos tucanos permite que os agentes financeiros limitem num primeiro momento o prêmio de risco no mercado. Por outro lado, a arena política segue carregada de incertezas.


A preocupação é que toda a turbulência na política continue a postergar a agenda de reformas.


Por volta das 9h30, o dólar comercial cedia 0,25%, a R$ 3,3028, após tocar a mínima de R$ 3,2998.


O contrato futuro para julho, por sua vez, recuava 0,44%, a R$ 3,3175.


O movimento no Brasil aponta para mesma direção do exterior, onde a moeda americana opera em queda ante a maioria das principais divisas emergentes como peso, rublo russo e lira turca. Moedas ligadas a commodities, como o dólar da Nova Zelândia e do Canadá, ganham terreno.


Os investidores internacionais aguardam a decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central americano) na quarta-feira. É amplamente esperado um aumento da taxa dos Fed Funds. Por isso, a reação nos ativos emergentes pode ser limitada. No entanto, uma linguagem mais dura dos dirigentes no comunicado ou de sua presidente, Janet Yellen, poderia resultar em volatilidade adicional com viés negativo para essas praças.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos