Bolsas

Câmbio

PGR denuncia Michel Temer por corrupção passiva

A Procuradoria Geral da República (PGR) ofereceu nesta segunda-feira denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) pelo crime de corrupção passiva, com base em provas colhidas a partir da delação de executivos do grupo JBS. Cabe à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, encaminhar o processo à admissão pela Câmara dos Deputados.


Em um anexo do documento, disponibilizado no sistema eletrônico do STF, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirma que houve a atuação de uma "organização criminosa complexa".A denúncia atinge também o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR)


Em função dos danos causados à administração pública, Janot pede que Temer pague indenização de R$ 10 milhões e Loures, de R$ 2 milhões.


Janot pediu também abertura de um novo inquérito contra Temer para investigar irregularidades no chamado "Decreto dos Portos".


O envolvimento de servidores do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Petrobras em crimes será apurado pelo juízo de primeira instância.


No anexo da denúncia, a PGR informa que ainda não analisou fatos relacionados à suposta propina paga ao operador Lúcio Funaro e ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pois ainda aguardava os resultados do inquérito da Polícia Federal, entregue na noite desta segunda-feira ao Supremo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos