Bolsas

Câmbio

Produção da indústria aumenta em maio, aponta CNI

(Atualizada às 16h21) O índice de evolução da produção industrial brasileira, medido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), subiu para 53,8 pontos em maio, de acordo com a pesquisa mensal "Sondagem Industrial" divulgada nesta segunda-feira. Em abril, o resultado foi de 41,6 pontos. Em maio de 2016, era de 45,5 pontos.A pesquisa da CNI foi feita com 2,354 mil empresas de todo o país entre os dias 1 e 12 de junho.


O indicador ficou acima da linha divisória dos 50 pontos, o que mostra aumento na produção na comparação com o mês anterior. "A reação veio depois de um mês muito atípico, com muitos feriados. É cedo para dizer que a recuperação de maio vai se sustentar nos próximos meses", avaliou, em nota, a CNI.


Já o indicador da evolução do número de empregados na indústria foi de 48,1 pontos no último mês, ante 47 pontos em abril. Dessa forma, o emprego no setor caiu em maio com menor intensidade do que a verificada no mês anterior, já que ambos os meses ficaram abaixo dos 50 pontos.


O porcentual médio de Utilização da Capacidade Instalada (UCI) subiu para 66% no mês passado, de 63% em abril. Em maio do ano passado, era de 64%.O indicador relativo à utilização de capacidade efetiva-usual, que considera o UCI comum para o mês, fechou maio em 41 pontos, frente a 36,6 pontos em abril. Ou seja, a diferença entre a utilização da UCO em relação ao usual foi menor em maio do que em abril.


O índice de evolução de mercadorias estocadas foi de 50,7 pontos no último mês. Em abril, esse indicador foi de 50,9 pontos. Esse resultado fez com que o indicador de estoques planejados passasse para 49,8 pontos, ante 50,4 pontos em abril. Resultados abaixo da linha dos 50 pontos indicam estoques menores do que os planejados.


Expectativas


As expectativas da indústria melhoraram em junho, com alta em quase todos os indicadores compilados na sondagem. A exceção foi o relativo a investimentos.


O indicador de expectativa de compra de matérias-primas subiu 0,5 ponto e chegou a 53,1 pontos em junho ante maio. Nessa pesquisa, resultados acima de 50 pontos indicam otimismo. Em junho de 2016, ele estava em 48,5 pontos.O indicador de demanda avançou 0,3 ponto e chegou a 55,1 pontos. Ele era de 51 pontos em junho do ano passado.


A expectativa de quantidade exportada continuou positiva, ao passar de 53,2 pontos em maio para 53,5 pontos em junho, um avanço de 0,3 ponto. O indicador era de 52,5 pontos em igual período de 2016.


Em relação ao número de empregados, a expectativa continuou negativa apesar do avanço de 0,1 ponto, ao sair de 48,8 pontos para 48,9 pontos. Em junho de 2016, era menor, de 45,3 pontos.


O indicador de investimento, no qual quanto maior o número, maior a intenção de investir, saiu de 46,6 pontos em maio para 46,5 pontos em junho deste ano. No mesmo mês de 2016, era de 41,2 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos