Tarifa de energia terá acréscimo em julho, com bandeira amarela

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou nesta sexta-feira que a bandeira tarifária para o mês de julho será amarela, com acréscimo de R$ 2,00 a cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos.De acordo com a autarquia, o fator que determinou o acionamento da bandeira amarela foi o aumento do custo de geração de energia elétrica.


Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), o valor da usina térmica mais cara em operação é de R$ 237,71 por megawatt-hora (MWh), ultrapassando o limite entre as cores verde e amarela, de R$ 211/MWh.


O Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor, antecipou em reportagem publicada na quinta-feiraque o baixo volume de chuvas registrado nas últimas semanas, combinado à projeção de uma hidrologia inferior à média para julho, motivou a alta dos preços de energia no mercado à vista, o que poderia levar ao despacho da bandeira tarifária amarela, no lugar da verde, vigente em junho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos