PT quer expor vínculos de Alckmin e Doria com Temer

Para desgastar as imagens dos rivais tucanos Geraldo Alckmin e João Doria, governador e prefeito de São Paulo cotados para disputar a eleição presidencial de 2018, petistas planejam expor os vínculos da dupla com o presidente Michel Temer (PMDB).


Ao sair de uma reunião de petistas paulistas com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a nova presidente nacional da sigla, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), o deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) disse que esse é um dos temas do encontro.


"O que norteou a reunião é mostrar o quanto Alckmin e Doria sustentam o governo Temer", disse. "A sociedade precisa saber dessa sustentação. Estão vinculadíssimos."


Temer bate recordes de impopularidade, com uma aprovação de 7% segundo o Instituto Datafolha. Na avaliação de Teixeira, "o povo percebeu que o governo que está aí, o Michel Temer, é um governo corrupto e que tira direitos".


Ele citou pesquisa Datafolha publicada hoje pelo jornal "Folha de S.Paulo" mostrando que aumentou a simpatia do eleitorado por teses mais associadas à esquerda.


O deputado afirmou ainda que os petistas enxergam Doria como possível candidato. "Todo o esforço dele não é na cidade. Ele não faz manutenção da cidade, não investe na cidade. Todo o esforço dele é para fora. Então me parece que ele quer ser candidato em 2018", afirmou.


Teixeira teve de sair do encontro antes do fim. Quando ele deixou a reunião, Lula ainda não havia falado aos colegas de partido.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos