Bolsas

Câmbio

Ações de empresas de educação aprofundam quedas depois de "novo" Fies

As ações de empresas de educação aprofundam as quedas no pregão desta quinta-feira (6), após a publicação das novas regras do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e do aumento da aversão a risco na bolsa brasileira.


Pouco antes do meio-dia, os papéis da Kroton caíam 1,47%, a R$ 14,79, da Estácio recuavam 1,07%, a R$ 14,84, e os da Ser Educacional registravam queda de 1,13%, a R$ 24,54. As ações da Anima caíam 0,66%, a R$ 16,62.


O Fies terá nova formatação a partir de 2018, ofertando 300 mil vagas em três modalidades, segundo o Ministério da Educação.


Na primeira modalidade, o Fies funcionará como um fundo garantidor com recursos da União e ofertará 100 mil vagas por ano, com juro zero para os estudantes com renda per capita de até três salários mínimos.


Na segunda modalidade, a fonte de recursos são os fundos constitucionais regionais, para alunos com renda per capita de até cinco salários mínimos. Serão ofertadas 150 mil vagas para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.


A terceira modalidade terá como fonte de recursos o BNDES e os fundos regionais de desenvolvimento das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com juros baixos para estudantes com renda familiar per capita mensal de até cinco salários mínimos. Serão ofertadas 60 mil vagas em 2018.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos