Bolsas

Câmbio

Antes de votação de denúncia contra Temer, dólar fecha em alta

O dólar tomou fôlego perto do fechamento e subiu frente ao real. A moeda avançou 0,24%, a R$ 3,1257, depois de ter testado R$ 3,1076, nova mínima em 11 semanas.


Agentes do mercado chamaram atenção para o fortalecimento do dólar no exterior. Por volta de 15h45, a moeda americana operava estável ante o real, caía 0,11% frente ao peso mexicano, mostrava estabilidade contra a lira turca e subia 0,55% comparada ao rand sul-africano.


Perto das 17h, o dólar subia 0,24% frente ao real, 0,06% ante o peso mexicano, 0,09% contra a lira turca e 0,82% ante o rand sul-africano.


O ICE U.S. Dollar Index - que mede a variação do dólar em relação a uma cesta de seis moedas do G-10 - ganhava 0,28% no fim da tarde, a 92,93, ante 92,86 perto das 16h.


Ao mesmo tempo, o petróleo Brent cedia 2,5% o barril, enquanto o índice CRB de matérias-primas caiu 1,03%, maior baixa em um mês.


Por aqui, há cautela também antes da votação amanhã na Câmara dos Deputados de denúncia da PGR contra o presidente Michel Temer. Um resultado favorável ao governo é o cenário-base do mercado, o que, se confirmado, pode ter limitado potencial de alento ao câmbio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos