Ibovespa opera em alta impulsionado por Suzano, Fibria e Itaú

O Ibovespa opera no terreno positivo nesta terça-feira e retoma o patamar de 66 mil pontos, nível que já havia sido testado ontem após dois meses e meio. O destaque nesta sessão fica com o papel da Suzano, que migrou para o Novo Mercado, num movimento considerado surpreendente pelos analistas. A operação prevê a conversão de todas as ações preferenciais para ordinárias na proporção 1 para 1. Em resposta, a ação da empresa lidera de longe os ganhos da bolsa, com valorização de 8,49% às 10h52.


Na esteira do movimento, Fibria ON era a segunda maior alta (2,90%). Segundo o Valor desta terça-feira, a companhia entregará proposta pela Eldorado ainda nesta semana.


Itaú Unibanco, que divulgou seu resultado ontem à noite, também figura entre os principais ganhos do índice, com alta de 2,37%.As ações do Magazine Luiza tinham elevação de 2,21%, um dia após empresa apresentar balanço do segundo trimestre.


Às 10h54, o Ibovespa ganhava 0,30%, aos 66.115 pontos. A queda dos papéis da Vale, que devolvem uma parte dos ganhos de ontem, contribuíam para limitar o desempenho do índice. Vale PNA perdia 1,51% e Vale ON declinava 1,53%. Petrobras PN cedia 0,68% e Petrobras ON cedia 0,72%.




Com relação à cena política brasileira, há grande expectativa no mercado com a votação, amanhã, da denúncia contra o presidente Michel Temer pela Câmara.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos